Notícias

Um novo velho Ouro Verde

Ontem foi um dia de muita emoção para os engenheiros e arquitetos responsáveis pelos projetos de reconstrução do Ouro Verde. Guiados pelo engenheiro José Pedro da Rocha, da Construtora Regional, que executou a obra, os profissionais puderam conferir todos os detalhes antes da inauguração, prevista para o primeiro semestre desse ano. Impossível não se lembrar da primeira visita que o grupo fez ao lugar depois do incêndio que o destruiu em 2012.



Na época, ao ser procurado pela Universidade Estadual de Londrina, o Sinduscon Norte PR se prontificou a reunir o grupo de trabalho que, em seis meses, executou todos os projetos de reconstrução. Todas as despesas foram custeadas pela entidade. 



Uma das maiores especificidades do trabalho - e o grande desafio da obra - foi adequá-la aos padrões construtivos atuais mantendo o projeto original do arquiteto Vilanova Artigas, da década de 1950, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. O resultado fez brilhar os olhos de todos os envolvidos. Moderno e, ao mesmo tempo, antigo, o Ouro Verde estará apto a receber qualquer tipo de produção quando for finalmente reinaugurado.