Notícias

Startup da construção civil auxilia processos de compra

As startups da construção civil, chamadas construtechs, surgem pelo mundo em auxílio ao segmento com o segundo pior desempenho na adoção de tecnologias digitais em seus processos de negócio, de acordo com os dados do artigo “Quais indústrias são as mais digitalizadas (e por quê)?” [em tradução livre], da Harvard Business Review.

 

Uma dessas construtechs é a Coteaqui, criada em 2014 e especializada na cadeia de suprimentos da construção civil. A plataforma possibilita economia de recursos para as construtoras ao facilitar a busca do melhor preço no mercado por meio de uma coleta automática. Pelo computador, é possível ver os preços e condições atualizados em tempo real, bem como negociar a compra diretamente com os vendedores. Tudo isso permite maior eficiência para os processos de compra.

 

A ferramenta já conta com 3 mil fornecedores em todo o Brasil e, somente em 2017, a startup gerou mais de R$ 100 milhões em negócios entre construtoras e fornecedores. A empresa é formada por uma equipe multidisciplinar de profissionais em todo o País.



Fonte: Assessoria Comunicação CBIC