Notícias

Sesi e Senai lançam complexo de inovação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Social da Indústria (Sesi) lançaram na última semana o complexo “SE - Sesi Senai Para o Futuro”, voltado à inovação, que será construído em Brasília. O projeto foi apresentado durante o Encontro Nacional da Indústria (Enai), realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), na capital federal. A estimativa é de que sejam investidos R$ 500 milhões no projeto. As edificações começam a ser construídas no início de 2019 na capital federal e devem ficar prontas em 2021.



As instalações do “SE - Sesi Senai Para o Futuro” ocuparão uma área de 85 mil m² no bairro planejado de Alphaville, na Capital Federal. O projeto prevê vários ambientes, como um Museu de Arte, Ciência e Tecnologia da Indústria, que será aberto ao público; um centro de convenções, a Universidade Corporativa do Sistema Indústria (Unindústria), a sede da coordenação da rede dos Institutos de Inovação do Senai e dos Centros de Inovação do Sesi, além de um ambiente para desenvolvimento de novas tecnologias educacionais.



O complexo vai atuar em eixos que abrangem a busca por inovação, o diálogo com os empresários industriais, a qualificação dos funcionários do Sistema Indústria e interação com a sociedade. Além disso, o espaço vai apoiar a rede no desenvolvimento de novas tecnologias, competências técnicas e metodologias avançadas para a indústria.



Entre os presentes no lançamento estavam o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, e o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. “Com a construção desse complexo, nós queremos que Brasília seja a capital da inovação do país, mas, para isso, precisamos de infraestrutura como a duplicação da rodovia e a banda larga”, afirmou o presidente da CNI durante o discurso. Também prestigiaram o lançamento o secretário de Ciência e Tecnologia do DF, Waldir de Oliveira, e o deputado federal Laércio Oliveira (PP-SE).



“Com a construção desse complexo, vamos elevar o patamar do ensino do Senai, que já é de qualidade”, afirmou Gustavo Leal, diretor de operações da instituição. O “SE - Sesi Senai Para o Futuro” também será um ponto forte de apoio aos 28 setores da indústria. Dentro do complexo será feito um mapeamento das exigências tecnológicas de cada segmento e, em seguida, propostas serão elaboradas e desenvolvidas nos institutos e centros de inovação espalhados pelo país. “Hoje nós temos 500 projetos na carteira do Senai. Queremos fortalecer ainda mais esta rede e fazer diferença na competitividade da indústria brasileira, que precisa estar preparada para a onda de mudanças que o mundo vive”, explicou Gustavo Leal.



(CBIC com informações do Portal da Indústria)