Notícias

Novas regras beneficiam o setor e os consumidores

O pacote de medidas anunciado terça (31/07) pelo governo federal para estimular a compra da casa própria foi amplamente divulgado pela imprensa. Ouvido pelo jornal O Globo, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, destacou que o pacote de medidas vai beneficiar principalmente a classe média. Segundo o executivo, tanto o setor da construção quanto os consumidores saem ganhando com as novas regras, já que há potencial para reduzir o custo dos financiamentos.

 

Dentre as medidas, a de que os trabalhadores com saldo no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão financiar imóvel de até R$ 1,5 milhão em todo o país. Além disso, o governo mudou normas para obrigar os bancos a usarem os recursos depositados na caderneta de poupança para financiamento imobiliário e criou uma forma de incentivar que as instituições financiem imóveis de até R$ 500 mil. Aprovadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), as novas regras passarão a valer a partir de 1º de janeiro de 2019 e devem colocar R$ 80 bilhões em novos empréstimos ao logo dos próximos seis anos.

 

Algumas das repercussões podem ser conferidas a seguir: O Globo, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo, Valor, Isto É, Jornal da Band e Bom dia Brasil (TV Globo).

 

Fonte: CBIC



Foto: André Dusek/Estadão