Notícias

Fim das negociaes: Sinduscon fecha conveno coletiva

Nesta quarta-feira (16), a convenção coletiva com validade até maio de 2021 foi fechada. Em uma reunião entre os Sindicatos no Sinduscon PR Norte, foram acordados reajustes no piso trabalhadores da construção civil. O servente, por exemplo, que tinha remuneração de R$ 5,47/hora, com a nova convenção passará receber R$ 5,60/hora. O vale compras fixado em 2019 em R$580 agora está em R$600. Os valores retroativos referentes aos meses em que a convenção estava em negociação serão pagos pelas empresas.



O seguro de vida foi reajustado, a indenização por morte de empregado passou de R$ 31.870 para R$ 34 mil.



As reuniões entre Sinduscon e entidades representativas dos trabalhadores começaram em abril. O presidente, Sandro Marques de Nóbrega, avaliou o fechamento da convenção coletiva. “Não foi uma negociação fácil pelo período atípico que vivemos. Agimos de forma respeitosa de ambos os lados. Existiram momentos de tensão que foram superados, ambos tivemos que ceder um pouco e chegamos ao acordo”.



Confira abaixo a ata da reunião na íntegra:



 



Ata de reunião de negociação salarial



 realizada em data de 16 de setembro de 2020



Aos dezesseis dias do mês de setembro de 2020 reuniram-se na sede do Sinduscon Paraná Norte os representantes do Sinduscon Paraná Norte, da Fetraconspar, Sintracom Arapongas, Sintracom Ponta Grossa, Sintracom Telêmaco Borba, Sintracom Jataizinho/Ibiporã e Sintracom Londrina, os quais pela livre negociação acordam o que segue.



a) Os pisos das categorias descritas abaixo, a partir de 1º. de junho de 2020 vigentes até 31 de maio de 2021 passam a ser:



Servente                               R$ 5,60/h



½ Oficial                              R$ 6,18/h



Oficial                                  R$ 8,56/h



Contra Mestre                    R$ 11,19/h



Mestre de Obras                R$ 14,15/h



b) O Vale Compras passa a ser, também a partir de 1º. de junho 2020 de R$ 600,00 (seiscentos reais) por mês.



c) Para os salários acima do piso o reajuste acordado é de 2,05% (dois vírgula zero cinco por cento) a partir de 1º. de junho de 2020.



d) As diferenças salariais e do vale compras dos meses de junho, julho e agosto poderão ser pagas aos empregados em até 3 (três) vezes, caso o empregador entenda necessário.



e) CAFÉ DA MANHÃ – Faculta-se a substituição do CAFÉ DA MANHÃ por tíquete refeição no valor de R$ 4,30 (quatro reais e trinta centavos) por dia trabalhado.



f) SEGURO DE VIDA EM GRUPO – Os empregadores farão, em favor dos seus empregados, independentemente da forma de contratação, um Seguro de Vida e Acidentes Pessoais em grupo, observadas as seguintes coberturas mínimas, a partir de 1º. de junho de 2020:



I - R$ 34.000,00 (trinta e quatro mil reais) em caso de Morte do empregado (a) por qualquer causa, independentemente do local ocorrido;



II - Até R$ 34.000,00 (trinta e quatro mil reais) em caso de Invalidez Permanente (Total ou Parcial) do empregado (a), causada por acidente, independentemente do local ocorrido, atestado por médico devidamente qualificado, discriminando detalhadamente, no laudo médico, as seqüelas definitivas, mencionando o grau ou percentagem, respectivamente, da invalidez deixada pelo acidente.



III - R$ 17.000,00 (dezessete mil reais), em caso de Morte do Cônjuge do empregado (a) por qualquer causa;



(...).



V - Ocorrendo a morte do empregado (a) por acidente no exercício de sua profissão, a apólice de Seguro de Vida em Grupo deverá contemplar uma cobertura para os gastos com a realização do sepultamento do mesmo, no valor de até R$ 6.000,00 (seis mil reais).



(...).



(...).