Notícias

Com pandemia, 79% das construtoras pretendem adiar lançamentos imobiliários

Dados do primeiro trimestre mostram que 2020 consolidaria crescimento do setor. Queda nas vendas é menor em regiões com maior presença do Minha Casa Minha Vida. Vendas do 1º trimestre de 2020 crescem 26%, mas lançamentos caem 14% em relação ao mesmo período de 2019



Brasília, 25/5/2020 – O Brasil registrou um aumento de 26,7% nas vendas de imóveis residenciais novos (apartamentos) no comparativo entre o 1º trimestre de 2020 e o 1º trimestre de 2019. O setor vinha em uma tendência de crescimento desde janeiro de 2018. Entretanto, as incertezas no mercado por causa da pandemia de Covid-19 levaram a uma queda de 14,8% nos lançamentos de unidades habitacionais na comparação entre janeiro, fevereiro e março deste ano e o mesmo período do ano passado.



Clique aqui para fazer download da apresentação.



Os números fazem parte do estudo Indicadores Imobiliários Nacionais do 1º trimestre de 2020. Realizado desde 2016 pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional), o trabalho é divulgado em coletiva de imprensa online nesta segunda-feira (25/5), com os dados coletados e analisados de 118 municípios, sendo 18 capitais, de Norte a Sul do Brasil. Algumas cidades foram analisadas individualmente ou dentro das respectivas regiões metropolitanas.



Além do levantamento, a CBIC apresentará uma avaliação preliminar dos efeitos da crise, mostrando que 79% das construtoras pretendem adiar lançamentos que estavam previstos para os próximos meses. Os dois estudos foram realizados em parceria com a empresa Brain Inteligência Estratégica.



Leia a matéria completa aqui: